Arruda na Rota Histórica das Linhas de Torres



O Circuito de Arruda dos Vinhos é composto pelo Centro de Interpretação das Linhas de Torres, o Forte do Cego (obra militar n.º 9) e Forte da Carvalha (Obra militar n.º 10) e integra o percurso da Rota Histórica das Linhas de Torres «Grandes Desfiladeiros», congregando as potencialidades histórico-culturais e ambientais inerentes às Linhas de Torres, com a gastronomia, vinhos e componente paisagística que caracteriza o concelho, como meio de promoção e desenvolvimento turístico.


Centro de Interpretação das Linhas de Torres




Situado no Centro Cultural do Morgado, prima pela sua estrutura multifuncional, dando a conhecer o património do concelho associado às Linhas de Torres, afirmado a sua importância no contexto das Invasões Francesas.


Caracterizado por um design gráfico apelativo e contemporâneo, bem como pela interatividade, aborda o tema através de um discurso museográfico acessível aos diferentes públicos, estimula e convida o visitante a conhecer e desfrutar das estruturas militares do concelho – Forte do Cego (Obra Militar n.º 9) e Forte da Carvalha (Obra Militar n.º 10) – e da sua envolvente paisagística.


O Centro de Interpretação das Linhas de Torres em Arruda dos Vinhos, situado no Centro Cultural do Morgado, recebeu, em 2011, uma Menção Honrosa para a melhor aplicação de gestão e multimédia, por parte da APOM – Associação Portuguesa de Museologia.




Contactos


Centro Cultural do Morgado

Serviço Educativo e Cultural
3.ª a 6.ª: 9.00h às 12.30h – 14.00h às 17.30h
Sábado e domingo: 10.00h às 13.00h – 14.00h às 18.00h
Encerra à 2.ª e feriados





Estruturas Militares



No alto dos “cabeços” montanhosos do concelho, surge o circuito do Forte do Cego (Obra Militar n.º9) e do Forte da Carvalha (Obra Militar nº 10), que integram a 1.ª linha de defesa das Linhas de Torres. O Circuito dos Fortes oferece ao visitante a possibilidade de conhecer em pormenor as estruturas e seu funcionamento durante a 3.ª Invasão Francesa, e usufruir da paisagem envolvente, que há 200 anos foi escolhida para albergar este monumental sistema de defesa.



Forte do Cego – Obra Militar n.º 9

Localizado à direita do desfiladeiro de Matos, era também designado de Forte de S. Sebastião, mas por se situar no Casal do Cego, local onde habitou a famosa Bruxa de Arruda, passou a designar-se de Forte do Cego.
Destinado a albergar um contingente militar de defesa, este forte possuía um elaborado sistema de drenagem composto por uma conduta de escoamento de águas pluviais de modo a evitar acumulação de água no seu interior. Em termos defensivos, as canhoneiras possuíam um piso lajeado, sendo o terreno previamente preparado com enchimento de pedras ligado com argamassa. Apresentava ainda Través construído em terra, que servia de protecção contra fogo inimigo.
Localização: Casal do Cego, Freguesia de Arruda dos Vinhos
Altitude: 353 m
Estruturas: Paiol, 4 Canhoneiras equipadas com 3 peças de calibre 9 e 1 peça de calibre 12
Capacidade: 280 soldados





Forte da Carvalha – Obra Militar n.º 10

Localizado junto à localidade da Carvalha, no ponto mais alto do concelho, protegia o Vale de Arruda juntamente com o Forte do Cego, permitindo fogo cruzado sobre o inimigo, em caso de tentativa de transposição.

Em termos defensivos, as canhoneiras possuíam um piso lajeado, sendo o terreno previamente preparado com enchimento de pedras ligado com argamassa. Apresentava igualmente Través construído em terra, que servia de protecção contra fogo inimigo.

Localização: Alto da Carvalha, Freguesia de S. Tiago dos Velhos
Altitude: 394 m
Estruturas: Paiol, 4 Canhoneiras equipadas com 2 peças de calibre 9 e 2 peça de calibre 12
Capacidade: 400 soldados





Forte do Paço – Obra Militar n.º 12

Localizado no alto de uma escarpa rochosa por cima da estrada de Arruda, coincide com o sítio arqueológico do Castelo, protegia a estrada de Arruda para Sobral de Monte Agraço em conjunto com o Moinho do Céu (Obra Militar n.º 11), localizado à sua direita, e pelo forte da Caneira (Obra Militar n.º 13), à sua esquerda. 

Localização: Junto ao Casal do Castelo, Freguesia de Arranhó
Altitude: 283 m
Estruturas: Paiol, 3 Canhoneiras equipadas com 3 peças de calibre 9
Capacidade: 120 soldados



Veja mais...

Rota Histórica das Linhas de Torres






Documentos Relacionados

Arruda dos Vinhos na Rota Histórica das Linhas de Torres
Rota Histórica das Linhas de Torres - Circuito de Arruda dos Vinhos

Print Friendly and PDF

Contactos

Largo Miguel Bombarda

263 977 000

263 976 586

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter

Back to Top

  •   Menu acessível
  • Promotor Oeste Portugal
  •   Oeste CIM
  • Co-financiamento Compete
  •   QREN
  •   União Europeia
Powered by Powered by U-LINK
© 2006 - 2017 © Município de Arruda dos Vinhos - Todos os Direitos Reservados