ViverServiços municipais

Agenda de Eventos

 Eventos do dia 16-09-2019

Outros Eventos - 16-09-2019 a 22-09-2019

Semana Europeia da Mobilidade

Local: Arruda dos Vinhos

Destacamos para este dia ()

Exposições - 13-07-2019 a 01-10-2019

Exposição multidisciplinar “Ocean: A Blue Meditation” de Maria Sobral Mendonza

Maria Sobral Mendonça (Lisboa 1963) apresenta no Centro Cultural do Morgado a exposição inédita “Ocean: A BlueMeditation | Oceano: Uma Meditação Azul” que cruza a instalação em espaço público, a pintura e a vídeo instalação onde se destaca a colaboração com o actor Henrique Gil.
“Paisagens abstractas, amplos espaços de água áspera. Densa. Fluida. Exaltada. Fluxo de ondas escuras sobrepostas que se entrechocam, num ritmo frenético de explosões sucessivas. A força do Mar representada pela pintura gestual em favor da circularidade e do vai vem das ondas com lixo orgânico suspenso. Plásticos coloridos alertam para o comportamento sem sentido da civilização, na desfiguração do Oceano em “Mares nunca mais Habitáveis”. Exaltado. Revoltado. Sonoro. O Mar, refluxo flutuante entre a imensidão do céu: Uma espécie de filosofia pintada a azul frio, azul esverdeado, branco titânio. A fusão do abstracto com a Espiritualidade, encorajando uma reflexão sobre: a negação do limite. Transgressão silenciosa… sufoco incompreensível!”
Na exposição estará também presente o documentário “Maria Sobral Mendonça”, realizado pelo cineasta Lauro António, na exposição “Tiqqun: A Libertação do Pecado” presente em festivais internacionais de cinema e inaugurada nos Paços do Concelho (Lisboa, 2007).


Biografia Artística:
Maria Sobral Mendonça artista visual nasceu a 8 Maio de 1963 vive e trabalha emLisboa. Frequentou o IADE Creative University e Pintura no ARCO.

Inicia em 1994, com a exposição “Tocar com a Mente” no Panteão Nacional em Lisboa, a sua intervenção plástica em monumentos- espaços de desafio abertos à sua criação artística. O seu percurso é marcado pela forte relação entre as suas obras e os espaços onde expõe, destacando-se as exposições realizadas no Palácio da Independência de Portugal, “A Dança dos Pássaros”, Lisboa (1999); na Capela da Igreja do Convento de Santa Mónica, “A Perda do Eu pelo Outro”, Lisboa (2001); na Igreja do Convento de São Paulo, “O Branco Sobre O Branco”, Redondo-Alentejo (2003); na Capela Real do Museu do Palácio Nacional da Ajuda, “Lápis Exilis”, Lisboa (2005); no Palácio Município de Lisboa, “Tiqqun- A Libertação do Pecado” (2007), exposição itinerante representada na Casa do Brasil, Santarém (2008) e na Casa dos Crivos, Braga, com o apoio da Presidência da Republica (2009). No Palácio do Rossio, “Lusitânia Pátria Minha”, Lisboa (2011); no Núcleo Museológico do Sal da Figueira da Foz, “Sal & Ar”, Figueira da Foz (2015); na Casa da Cultura de Estepona, “Arte & Toros”, Málaga, Espanha (2015); “Annotated Dreams” Instalação de Arte “Eurostars Hotels Das Letras, Lisboa, para o Grupo HOTUSA (2017).

No domínio de arte pública, destacam-se os quadros realizados para os espaços públicos: “Há Lá”- Hotel de Arte Convento de São Paulo (Redondo, Alentejo, 2005); “Sioux: A Visão do Bisonte Bravo”- Átrio de entrada do edifício residencial Berna56, do arquiteto Ricardo Bofill, (Lisboa, 2010); “O Canto da Seara”- Átrio de entrada do Hotel de Charme, Mar D’Ar Aqueduto, Hotel Design SPA (Évora, 2010); “D. Nuno Álvares Pereira e Papa Bento XV”- a convite da APDC- Associação Portuguesa de Cultura e Desenvolvimento (Vaticano-2010); “Lusitânia Pátria Minha”- Sociedade Histórica da Independência de Portugal, Palácio do Rossio (2011). A realização das pinturas religiosas -“Via Sacra; acrílico s/tela 1000x89cm”, “Ressurreição; acrílico s/tela 200x200cm” e “N. Srª da Conceição” (acrílico sobre Tela; 201x185cm) para a nova “Igreja da Outurela”, em Carnaxide, Oeiras, Lisboa, executadas para o Atelier220, projecto dos arquitectos Luís Cardoso e Cunha e Nadia Ghemri (2015). Assina para a indústria, a reprodução de obras suas em peças de vidro, faiança, cerâmica e porcelana.

Momentos mais marcantes da sua carreira incluem: A entrega pessoal do quadro “D. Nuno de Alvares Pereira e Papa Bento XV” (acrílico S/Tela; 130x98cm) realizado para oferta ao Papa Bento XVI, na visita oficial a Portugal (2010); o convite para a exposição “Alquimia Del Ser” realizada no Museu Nacional de Cáceres inserida no “Projecto Agora”, Espanha (2009); Referenciada na edição do “Anuário de Arte Contemporânea dos Artistas Luso-Brasileiros” (2009); a integração do documentário “Maria Sobral Mendonça” da autoria de Lauro António, realizado para a exposição “Tiqqun”, no cartaz dos filmes do cineasta, no Festival Internacional de Sarajevo, Bósnia e Herzegovina (2008); o convite para a realização de uma coleção de “copos de vidro” para o Instituto Português dos Museus, Secretaria de Estado do Ministério da Cultura (2003), e para a EGEAC, a realização de uma coleção personalizada de “chávenas de café, sobre o “Castelo de São Jorge”, Lisboa, (2003).

Residências Artisticas: Alentejo- MonteMor-O-Novo (2006-2007); Serra da Gardunha (Fundão) (2008-2009); Redondo (Alentejo) (2010-2011); Montemor-O-Novo (Alentejo) (2011-2012); Lisboa (2012) foi-me cedida a Coordoaria Nacional para a realização de uma intura de grande escala para as Comemorações da Independência de Portugal, evento cultural no Palácio da Independência e que faz parte do espólio da Instituição, tendo sida adquirida pela Fundação do Millennium BCP.

Prémios e Distinções: Recebe o ”Certificat de Distinction”, pela Association Internationale des Arts Plastiques auprès de L’Organisation des Nations Unies pour l’Éducation, la Science et la Culture / UNESCO, 1999.

Recebe a “Menção Honrosa” na 1ª Bienal Internacional de Arte Sacra de Braga, 2018.

O seu trabalho encontra-se representado em coleções públicas e privadas em Portugal e no estrangeiro, nomeadamente: Embaixadas, Consulados, Ministérios e Secretarias de Estado

Local: Galeria Municipal

Destacamos para este dia ()
 Próximos Eventos

Outros Eventos - 19-09-2019 a 21-09-2019

Fórum Cultural

Inscrições gratuitas e obrigatórias (sujeito à lotação do Auditório)

Local: Auditório Municipal

Literatura - 20-09-2019

Apresentação do livro “Uma Flor no Deserto” de Jerónimo Jamelo

Integrado nas Comemorações de XXX anos da Biblioteca Municipal Irene Lisboa

Local: Sala Jardim – Biblioteca Municipal Irene Lisboa

Biblioteca Municipal - 20-09-2019 a 23-09-2019

Comemorações do XXX Aniversário da Biblioteca Municipal Irene Lisboa

Local: Biblioteca Municipal Irene Lisboa - Centro Cultural do Morgado

Teatro - 21-09-2019

Ópera de Câmara - Tabacaria

Companhia: Inestética
Duração: 50m

Inserido na programação das Comemorações dos XXX anos da Biblioteca Municipal Irene Lisboa

A estranheza da existência e a incompreensão do real são os temas centrais desta adaptação inédita para ópera de um dos mais belos poemas de sempre, escrito em 1928 por Álvaro de Campos, heterónimo de Fernando Pessoa.
Visão niilista ou uma “espécie de epopeia do fracasso absoluto”, como designou o pessoano Robert Bréchon, “Tabacaria” coloca em permanente diálogo duas dimensões opostas, que serviram de inspiração para a estruturação da obra musical e das suas texturas sonoras: a solidão interior do protagonista, lugar de pensamento, introspecção e devaneio, e a intrusão do universo exterior, observado através de uma janela para o mundo, aqui representado pela presença da voz feminina.

Local: Auditório Municipal

Literatura - 23-09-2019

Sessão de Contos com o Contador de Histórias António Fontinha

Inserido na programação das Comemorações dos XXX anos da Biblioteca Municipal Irene Lisboa

Local: Sala Jardim – Biblioteca Municipal Irene Lisboa

Contactos

Largo Miguel Bombarda

263 977 000

263 976 586

Newsletter


Subscreva a nossa newsletter

Back to Top

  •   Menu acessível
  • Promotor Oeste Portugal
  •   Oeste CIM
  • Co-financiamento Compete
  •   QREN
  •   União Europeia
Powered by Powered by U-LINK
© 2006 - 2019 © Município de Arruda dos Vinhos - Todos os Direitos Reservados